Arquivo da categoria: Planejando

Conversão de temperatura

Padrão

Pela internet você achou o Weather Channel para checar a temperatura na data da viagem e teve a chance de escolher a unidade: °F ou °C. Ufa, que sorte!

Só que quando desembarcou em Nova York só falavam em °F, inclusive no Weather Channel da tv!

“Não acredito! Não tô entendendo nada! E agora?”

Algumas opções:

1) seu iTudo querido resolverá tudo para você com os apps do tipo Temperature Convert ou Units Convert 🙂

2) antes de entrar no avião dê uma olhada no Convert World e anote umas cinco temperaturas para servirem de base;

3) minha velha tabelinha, dos idos tempos sem iTudo… ia tudo numa agendinha escrito à mão mesmo, sabia?! 😦

– 29/30 °F = 00°C                             – 31/32 °F = 01°C

– 33/34 °F = 02°C                              – 35/36 °F = 03°C

– 37/38 °F = 04°C                             – 39/40 °F = 05°C

– 41/42 °F = 06°C                              – 43/44 °F = 07°C

– 45/46 °F = 08°C                             – 47/48 °F = 09°C

– 49/50 °F = 10°C                              – 51/52 °F = 11°C

– 53/54 °F = 12°C                               – 55/56 °F = 13°C

– 57/58 °F = 14°C                              – 59/60 °F = 15°C

– 61/62 °F = 16°C                               – 63/64 °F = 17°C

– 65/66 °F = 18°C                              – 67/68 °F = 19°C

– 69/70 °F = 20°C                             – 71/72 °F = 21°C

– 73/74 °F = 22°C                             – 75/76 °F = 23°C

– 77/78 °F = 24°C                             – 79/80 °F = 25°C

– 81/82 °F = 26°C                             – 83/84 °F = 27°C

– 85/86 °F = 28°C                             – 87/88 °F = 29°C

– 89/90 °F = 30°C                             – 91/92 °F = 31°C

Clima – previsão do tempo

Padrão

Outra informação essencial antes de sair por aí: as condições do clima.

As variações climáticas na estação em que acontecerá a viagem e especialmente a previsão nas semanas que a antecedem são essenciais para sua organização e planejamento.

Desta informação depende a arrumação das malas: ela definirá a quantidade de roupas a ser levada e o tamanho das malas.

E consequentemente esta informação garantirá a eficácia, ou não, das malas levadas.

Então dê uma olhada no Weather.com, que costuma resolver o problema. Lá é possível verificar as temperaturas médias mensais com detalhes muito precisos.

Descobri que isto já não é uma verdade absoluta desde 2013. No Weather.com não consigo descobrir a média anual de Estocolmo, por exemplo. Mas descobri esta média no World Weather on line. Lá, depois de encontrada a cidade tem uma opção de abrir o “monthly climate averages”. Aí sim é possível checar a média anual de temperatura e precipitação, o que é essencial no planejamento de uma viagem. 

Ns semanas que antecedem a viagem é possível verificar a previsão diária para os próximos dias em ambos os links. Vá acompanhando, semana a semana, assim é mais seguro acertar o conteúdo da mala.

E se tiver dúvidas ou dificuldades para  navegar pelo Weather.com o blog dos blogs – Viaje na Viagem,  tem uma perfeita explicação do passo a passo neste post aqui.

Ah, uma última dica: às vezes não encontramos estas previsões climáticas detalhadas para pequenas cidades. Se for o seu caso, tente a previsão do tempo para cidades um pouco maiores na mesma região de sua pequena cidade.

Já checou a previsão do tempo? Então já pode começar a arrumar as malas!

Mapas

Padrão

Antes de tudo, mapas são essenciais no planejamento de viagens.

É preciso conhecer as distâncias e os tempos de percurso para planejar os deslocamentos, grandes ou pequenos. Esta informação vai definir horários de saída ou chegada, paradas, refeições…

Também é preciso conhecer o mapa das cidades para planejar os passeios e melhor aproveitar os deslocamentos, assim você não fica andando de um lado para outro desnecessariamente. Para isso use e abuse dos sites oficiais das cidades.

Fonte: Pintrest

Para deslocamentos maiores eu adoro o site da Via Michelin, aquele mesmo do bonequinho gordinho :-).

Ele traça a rota, calcula o consumo e o custo de combustível e pedágio; dá sugestões de várias rotas, rápidas, curtas, baratas e até cenográficas; e ainda aponta os pontos suscetíveis a eventuais problemas. Para mim, imbatível! Mas se você conhecer outro por favor me apresente, tá?

Tem também o Google Maps, básico, rápido, sem muita complicação. E que para calcular trajetos menores, dentro das cidades é mais rápido e eficiente. Num piscar de olhos. Em 2014 o Google Maps mudou e já não consigo fazer tudo o que gostava de forma tão rápida 😦 ando preferindo o Via Michelin.

Mas é sempre bom checar informações, ler diferentes fontes, pedir informações e estar atento… Por que?

Porque numa pesquisa simples, a rota para chegar de São Paulo ao Resort Vila Gallé de Angra dos Reis, os dois sites acima sugerem a rota mais complicada, embora mais curta: descer a serra de Guaratinguetá – Paraty. Se tivesse a opção “com muita emoção” esta rota seria perfeita! Tem um trecho desta estrada, no alto da serra, que tem alguns “cotovelos” (como aqueles da serra Ubatuba – Taubaté), numa estrada de terra que se não estiver interditada estará molhada graças à umidade dos trópicos e da Mata Atlântica onde ela está inserida…

Como se diz em inglês: please, double check as informações antes de colocar as crianças no carro, ok?