Com que roupa eu vou – como se vestir no inverno rigoroso, entre 0°C e 10°C

Padrão

Na Alemanha dizem que não existe frio, o que existe é roupa errada…

Na Inglaterra dizem que não existe frio, o que existe é gente que não sabe se vestir para determinada temperatura…

Isso até é verdade, mas também é verdade que o ponto de conforto térmico de cada pessoa varia de acordo com o clima com o qual esta pessoa está acostumada.

Em bom português, sob a mesma temperatura sinto mais frio e uso casacos mais pesados do que minha querida amiga finlandesa, que nasceu, cresceu e vive exposta a temperaturas de -10°C.

Mas dá para viajar para lugares frios e com neve sem morrer de frio?

Sim! Podemos viajar inclusive com as crianças (e bebês)! O segredo já foi respondido pelos alemães e ingleses: é preciso se vestir adequadamente para a temperatura que te espera.

IMG_1195

A Ninoca “viu” neve aos 04 meses! Mas já éramos marinheiros de terceira viagem…

1° – Vista-se em camadas – Sabe o que isso significa? Significa vestir:

a) uma camiseta justa colada ao corpo que retém seu calor;

b) uma cirola ou legging ou meião;

c) um casaquinho mais leve ou malha de lã ou fleece ou moleton sobre a camiseta;

d) calça jeans ou de veludo ou de lã ou forrada de fleece;

e) casacão sobre todos os anteriores;

f) gorro, cachecol e luvas.

Captura de Tela 2013-12-03 às 17.07.25

A foto acima ilustra perfeitamente a idéia das camadas:

a) camiseta de bolinhas justa retém o calor do corpo sob

b) casaco cinza leve de lã que aquece sem fazer muito volume e garante aquecimento quando estiver in door e for possível tirar o casacão. Este casaco leve poderia ser substituído por um casaco de fleece ou moleton ou uma malha de lã mais pesada ou um cashmere, esta escolha depende principalmente de quão frio estará. E sobre tudo, o

c) casacão grosso do tipo “bonequinho da Michelin”, que normalmente é impermeável e tem gorro.

Captura de Tela 2014-02-11 às 00.21.33

Fonte: Daily Mail

Acima outra foto didática, nela é possível ver até a “cirola”/ legging que Sarah Jessica Parker está usando. Também é possível ver que ela usava um colete ou casaco “puffer light” mais leve sob o casacão! E sua filha usava vestido, meião e botas impermeáveis sob o casacão.

Desculpa fugir um pouco ao tema mas preciso fazer um adendo… até eu que não sou louca com estas coisas tenho que concordar que puffer sobre puffer é coisa para gente muiiiito magra mesmo! Só mesmo SJP, né!?! Agora já podemos voltar ao post.

2° – Use roupas íntimas apropriadas para inverno rigoroso – A roupa íntima longa, que muitos de nós chama de segunda pele e que em inglês pode ser base layer ou warm tight ou long johns ou bottoms, é aquela camiseta e calça legging ou cirola que ficam justas no corpo e retém nosso calor.

Estes base layers são feitos a partir de uma variedade enorme de tecidos e tecnologias que “capturam” o suor do nosso corpo, transportam-o pelo tecido e o fazem evaporar. Desta forma nossa pele não fica em contato com a roupa molhada de suor (o que acontece com roupas de algodão) e consequentemente não “esfriamos”.

E se você não está entendendo esta conversa de suor em temperaturas abaixo de 10°C, keep in mind  que apesar do frio transpiramos quando caminhamos e eventualmente também transpiramos quando estamos em ambientes fechados (todos sempre são aquecidos), ah e é claro que também transpiramos quando praticamos esportes de inverno.

Mas voltando às roupas íntimas tecnológicas, elas podem ser Omni-hit, podem ser Flash Dry, podem ser Heattech, podem ser warm tight ou light tight, podem ser de lã e principalmente de tecidos sintéticos que incorporam esta tecnologia toda. É uma ciência enorme!

De maneira geral estas roupas são finas e leves, mas não são exatamente aquela “segunda pele” de tecido de meia-calça que encontramos facilmente no Brasil. A versão brasileira até quebra o galho, mas não é exatamente o “base layer” com tecnologia necessária para enfrentar o frio rigoroso que não temos por aqui.

Captura de Tela 2014-02-20 às 19.17.51

Sendo esta a realidade brasileira, não adianta levar ou comprar um monte de roupas de algodão no Brasil e ficar lamentando: “nossa estou usando 03 blusas e 03 calças e continuo com frio!”. A frase apenas evidencia que este tipo de roupa e tecidos não são os apropriados para o inverno rigoroso. Se vestir com um monte de camadas e ficar “overdressed” não resolve o problema, você continuará com frio e incomodado com o volume que as 3 camadas de roupa fazem.

Assim como não temos inverno rigoroso não temos também tecnologia e know how para produção de roupas específicas para inverno rigoroso.

Mas então, com que roupa eu vou?

Não sou uma expert em moda ou grifes, mas encontro estas base layers com facilidade na North Face, na Columbia, na Jack Wolf Skin, na Uniqlo, na Decathlon inclusive nas lojas de algumas destas marcas no Brasil. Os valores variam bastante, fora do Brasil na North Face começam em U$80 e na Uniqlo em U$20. Mas se seu destino é os EUA existe sempre a opção de compra-las em outlets, onde custam bem mais barato.

Fonte: North Face

Fonte: North Face

Diante dos preços e da inexistência da Uniqlo no Brail surgiu outra dúvida: estas roupas são essenciais? Vale o investimento?

A resposta é Sim se você vai viajar para lugares onde neva e a temperatura não deve subir além de uns 5°C. Neste caso você vai agradecer o investimento.

Sim se você é muito friorenta e não suporta um ventinho frio que vem da Argentina. Neste caso você também vai agradecer o investimento.

Também sim, mais do que isso “claro que sim!” se você vai esquiar, porque neste caso as roupas com tecidos “respirantes” que nos mantém secos e aquecidos são sim essenciais. Quando esquiamos ficamos expostos ao frio e umidade provocados especialmente pela proximidade da neve, mas também transpiramos por conta da puxada atividade física. E se transpiramos a tecnologia destes tecidos é parte essencial da atividade, quase tanto quanto os casacos, óculos ou capacetes.

Já a resposta pode ser talvez não se você não for para uma região que neva e se a temperatura for até cerca de 5°C, que é frio mas não é muiiito frio. E se for esta sua situação, uma meia-calça de lã ou legging e uma camiseta justa ou a segunda pele daqui podem fazer o mesmo serviço, numa opção “quebra-galho” bem mais econômica.

Agora sendo muito sincera: só uso estas roupas íntimas térmicas quando está nevando, ou chovendo e a temperatura baixa dos 8°C. E também sempre as uso quando quero usar vestido e meião, ainda que a temperatura esteja em torno de 15°C, aí como estou com roupas leves as roupas íntimas térmicas me protegem.

Quando a temperatura está acima de 8°C e especialmente quando na programação do dia tem passeios em museus ou in door não costumo usar as base layers porque acabamos não ficando muito expostos ao frio e eventualmente muita roupa em ambientes fechados nos faz suar, incomoda e transforma a ida ao banheiro numa cerimônia… Neste caso dá para vestir mais leve.

Mas keep in mind: não sou das pessoas mais friorentas do mundo e também tenho o segredo dos segredos que me permite fazer esta escolha, continue lendo e descobrirá daqui a pouco.

3° – Varie sobre a segunda pele – Sobre a segunda pele você pode usar camisetas, camisas, gola alta, coletes, cashmere, casacos de fleece, moletons, lã (mais grossa ou mais fina).

Na verdade o que vestir sobre a segunda pele depende essencialmente da programação do dia:

a) num dia de muita atividade externa vista todo seu arsenal pois o corpo vai esfriar, fleece e lã são os mais eficientes e provavelmente o casaco passará a maior parte do dia fechado;

b) já num dia de visita a museus e atrações in door, é possível variar sobre a segunda pele com peças um pouco menos pesadas e até mais “arrumadinhas”, eventualmente rola até vestido e meião, uma dupla adorada aqui em casa.

Captura de Tela 2014-02-16 às 12.11.04

E sabe por que? Por que nestes programas in door tiramos o casaco e muitas vezes o deixamos guardados na chapelaria, todos os ambientes são aquecidos. Então, se sua programação é mais in door dá para usar roupas mais leves, ainda que lá fora esteja muiiito frio.

20_02_2014_21_40_36

No Louvre, os casacos ficam na chapelaria

4° – Invista num casacão tipo “bonequinho da Michelin” – Este é meu segredinho, ou meu segredão😉 . Meu curinga. Não andamos com um monte de roupas nos incomodando todos os dias, mas temos casacos poderosos que suportam o frio de verdade. Eles se chamam puffer jackets ou down jackets ou duvets jackets e são impermeáveis, às vezes não 100%, mas garantem uma folgada margem de proteção à chuva ou à neve.

20_02_2014_21_34_37

Pessoalmente adoro casacos que chegam ao menos na metade da coxa, assim normalmente nem uso cirolas ou long johns ou meia-calças. Só uso se estiver muiiiito frio, nevando ou se for passar o dia “batendo perna” exposta a baixas temperaturas. Caso contrário, na maioria dos dias estou vestida com uma roupa de inverno que usaria num dia de inverno de SP e sobre esta roupa tenho meu casacão look  “bonequinho da Michelin”.

Dito e Iaiá na Abbey Road em Londres

Casacão, gorro, cachecol e luvas na Abbey Road

Mas quando você olhou este casacão da Kate Holmes ou da Jessica Parker você quis morrer!?!?

Ai você não veste um negócio deste de jeito nenhum? Como mostrar o corpo sarado por um ano inteirinho de academia e quilos de alface debaixo de um casaco deste tamanho que mais te faz parecer um boneco de neve!!!!!

Você sonhava caminhar pelas ruas de Paris parecendo a Kate Middleton e eu venho te dizer que é para se vestir como um boneco da Michelin!!!

Sorry, sinto desaponta-la. Se quer uma viagem inesquecível aquecida por um “curinga” que te protegerá do frio e te vestirá adequadamente em baixas temperaturas a solução é esta. Já o corpo sarado…, para andar no meio do frio ele terá que ficar “bem escondido”, quanto mais escondido ele estiver mais confortável você estará. É a moda boneco da Michelin mesmo, sorry… você vai se acostumar e até “criar amor” por seu casaco… vai achar “bonitinho”…

Mas tudo bem você tem razão, é verdade que este casacão não é a roupa mais elegante do mundo…

Captura de Tela 2014-02-20 às 18.44.09

O marido e filho de SJP também usam puffer jacket.

Tem um texto do Telegraph, What I’m wearing: a puffer jacket , que comenta o dilema do puffer jacket  com humor inglês, para rir ou chorar…

With duvet dressing you know right where you are, and it’s not in any land we might call elegance. 

Traduzindo livremente o humor inglês para um bom português: com uma puffer jacket  você estará colocado exatamente em seu lugar, e este lugar não é entre os elegantes…😦

Calma, não é tão ruim assim, isso é humor inglês. Tem puffer jackets lindos de marcas ultra fashions e caras que serão capazes de te fazer parecer elegante. Tem luz no fim do túnel! E ao menos Pipa Middleton usa puffer jacket!

Brincadeiras a parte, não há como escapar destes casacos, se escapar passará frio.

E nem brinque em não vestir as crianças corretamente, né? Mais do que os adultos, elas não atravessaram metade do mundo para passar frio, né? Nada de vesti-las só com moletons da GAP ou jaquetinhas jeans ou de couro. Quando a temperatura beira 10°C ou menos essas peças só têm vez embaixo do casacão, essencial é o casacão!

Dito e Iaiá no Palácio de Buckingham, não eram as únicas crianças por lá...

Em Buckinghan, muitos puffer jackets

Agora que você começa a se acalmar e se conformar com a idéia de ficar parecendo um boneco de neve nas fotos, é bom saber onde encontrar estes “preciosos” casacos puffers ou down jackets ou duvets jackets.

Captura de Tela 2014-02-17 às 10.26.44

Puffer jacket Ultra light da Uniqlo a partir de U$70

Primeiro keep in mind que grifes brasileiras não produzem puffer jackets com a tecnologia apropriada que lhe manterá super quentinha e seca, você já leu acima a “ciência” que envolve simples roupas íntimas e no caso dos casacos acontece o mesmo. Então não desperdice seu dinheiro porque não vai resolver. Inverno rigoroso e tecnologia para suporta-lo não fazem parte da cultura brasileira e tampouco fazem parte da cultura das confecções brasileiras.

Tanto na Europa quanto na América do Norte existe uma vastíssima oferta com tecnologia e preços mais variados possíveis. Estes casacos de nylon são recheados de plumas e penas, que garantem isolamento e aquecimento. O isolamento pode ser medido: de 550 fill-power down na Uniqlo a 900 fill-down na Columbia, North Face ou Jack Wolf Skin, que é o gold standard do isolamento e proteção.

É possível encontra-los na Uniqlo, que é das mais baratas e que tem uma versão Ultra light que cabe até num saquinho, a partir de U$70.

Captura de Tela 2014-02-17 às 10.26.15

A GAP e a Zara sempre têm a opção outwear na sua coleção de inverno e seus preços são bem razoáveis também, em torno de U$100. Marcas mais cobiçadas também costumam ter sua versão down jacket, na Abercrombie, Hollister, Tommy os preços variam de cerca de U$120 a U$200.

É indiscutível que North FaceColumbiaSalomon, Jack Wolf Skin ou Timberland, dominam muito a tecnologia Warm ou Heat quando o assunto é outwear e esportes de inverno. Na dúvida aposte em um casaco da North Face ou da Columbia e não passará frio de forma alguma, você vai até criar amor por um casacão destes, se tornará seu fiel e amado companheiro! Em SP tem lojas destas marcas, ou se você tiver um casaco quebra-galho para chegar a seu destino, deixe para comprar lá por um fração do valor encontrado por aqui.

Já se seus planos são mais ousados, a Burberry e Moncler sempre têm casacos lindíssimos, um sonho. E aí sim você vai se sentir como Kate Middleton.😉

E uma última dica, se você ainda está sofrendo com a ideia de se parecer o bonequinho da Michelin, escolha um modelo mais longo e com cinto, ele dá uma afinada na silhueta… Até te faz parecer elegante!🙂

Por fim tenha claro que este casacão a que me refiro não é o casaco para esquiar ou praticar esportes de inverno. Neste caso eles têm um outro objetivo e tecnologia, esquentam “menos” porque durante a prática do esporte suamos muito, têm a função de evaporar o suor e manter o calor do corpo, além de agir como quebra-vento. Você sentirá frio se comprar um casaco de esquiar em vez de uma down jacket. No nosso caso a meta é quanto mais quentinho melhor, e quem faz isso são as penas e plumas de uma down jacket, ok?

5° – Use e abuse de gorros, cachecóis e luvas – Sim, estes são complementos essenciais para enfrentar o frio. Mantenha o peito, cabeça e orelhas aquecidas.

Juntos na chegada em Los Angeles depois de 22 horas fora de casa

Luvas, gorros, cachecóis finalizam e mantém o corpo aquecido

Neste quesito é fácil variar e colorir o look do inverno. Vale faixas de cabeça, gorros, boinas, bonés, pashiminas, cachecóis… Abuse da criatividade mas não se esqueça deles, manter o peito e cabeça aquecidos é essencial!

Vou confessar, sou ninguém sem um cachecol. Sem ele morro de frio! Já Papis, não vive sem um gorro. E você?

6° nos pés meias e botas impermeáveis: os pés esfriam facilmente, para protege-los usamos meias de lã ou meias grossas que sobem até a metade da perna da Timberland, North Face ou Columbia. Sobre elas, botas impermeáveis de preferência. Normalmente Timberland ou North Face.

Bota IMG_3623

Até que tem umas bem bonitinhas!

Muitas mulheres e meninas, em especial, usam as botas UGG(ly), algumas delas com pele na parte interna e muitos brilhos no acabamento. Para minha sorte a moda ainda não chegou aqui em casa, além de caras (cerca de U$150) são UGG(ly), né? Mas se te agrada, siga em frente, super fashion é uma boa opção.

O segredo para proteger os pés: 1) compre a bota um número maior do que seu número, assim a meia grossa vai servir confortavelmente e 2) amacie a bota antes da viagem, assim não vai machucar seus pés logo no primeiro dia de viagem.

Se não estiver muiiito frio ou nevando é possível usar botas de couro mais leves e bonitas inclusive aquelas que usamos no inverno brasileiro. O único cuidado a ser tomado é quando está nevando: neste caso prefira solados de borracha pois solados de couro não isolam os pés do chão literalmente gelado e nos fazem escorregar facilmente.

img-468990-katie-holmes-e-suri-cruise

Para concluir é preciso ter claro que temperaturas abaixo de 10°C geralmente já são bastante frias para brasileiros. Dependendo do destino quando a temperatura baixa de 5°C é possível que neve, então vista-se corretamente e ninguém reclamará do frio.
E que venha o frio!

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s