Arquivo da tag: Destinos

Nova York – as crianças vão curtir o Central Park

Padrão

O Central Park é enoooorme e cheio de atrações.

Não imagino uma forma percorre-lo todo num único dia, a menos que alugue uma “carruagem” ou bicicleta para um giro geral e depois se concentre em outros dois programas.

a) tem o Zoológico, que é um passeio de pelo menos meio dia para uma turma esperta;

b) tem playgrounds espalhados por todo o parque;

Diversos parques e playgrounds

Diversos parques e playgrounds

c) no inverno tem patinação no gelo no Lasker rink

e no Wollman rink

d) no verão tem músicos e artistas se apresentando de diversas formas;

e) tem lindas caminhadas pelo parque com visita ao Reservatório Jacqueline Kennedy

Reservatório Jacqueline Kennedy

Reservatório Jacqueline Kennedy

ou ao Strawberry Field em homenagem a John Lennon – na entrada da rua 72, justamente na esquina do Edifício Dakota onde ele vivia;

Strawberry field

Strawberry field

f) tem passeios de carruagem – em torno de U$30, por entre os caminhos do Central Park;

g) tem aluguel de bicicleta na esquina com a 5a Av x Central Park St., também esquina da Apple Store e FAO;

h) tem também aluguel de barcos a controle remoto para brincar no Conservatory Water, próximo ao Wollman Rink.

Aliás, a área do Conservatory Water é bem agradável para sentar e assistir as crianças brincando, correndo, escalando ou escorregando nas montanhas de neve, se for inverno.

Conservatory Water

Conservatory Water

i) Também é possível take a ride de “Ped Cab” ou Rickshaw – É um passeio muito divertido, pode servir de taxi ou ser um passeio pelo Central Park. Mas antes de subir num combine detalhadamente o preço para não ter surpresas no final. Já ouvi histórias de contas de U$180 que começou com uma bandeirada fixa, tipo U$40, mais um x por cada quadra percorrida, mais a gorjeta! Combine antes e divirta-se!

Nova York – as crianças vão curtir a estátua e Times Square

Padrão

Estátua da Liberdade e Times Square, não dá para não ver com as crianças, mesmo que você já não ache estes dois programas os +++ tops de NY.

Estátua da Liberdade

Bem, não dá para ir a NY com as crianças e não tirar uma foto com ela. Acontece que a estátua é pouco mais do que uma estátua, vá lá que deve ser a estátua mais conhecida do mundo, mas…

As melhores fotos rolam no barco. Aos seus pés a escala fica distorcida: ou você quase não aparece ou ela quase não aparece nas fotos.

Tem que tirar uma foto "dela"

Tem que tirar uma foto com “Ela”

Se escolher um barco com parada na Liberty Island keep in mind: custa cerca de U$20, há fila para compra de ingressos, fila para raio x e ao desembarcar na ilha há pouco o que fazer. Um restaurante/ lanchonete mediano, uma lojinha de lembrancinhas, uma visita a sua base.

Anote, desde 11/09 não há mais subida à coroa e os ingressos para seu pedestal costumam se esgotar cedo, então se este é um sonho das crianças é preciso chegar cedo e relaxar com relação às filas. Neste programa é possível tirar as melhores fotos do barco e depois lá, a seus pés.

Mas para ver a estátua e tirar as fotos históricas o passeio mais legal é o que dá uma meia volta na ilha navegando pelo Hudson River e East River pelo menos até a Manhattan Bridge. Só que ele não pára na Liberty Island, aos pés dela… É um passeio de meio dia e sem filas do tipo “caminho sem fim”, mais bonito se o dia estiver ensolarado.

Sinceramente, prefiro o passeio que sai de Chelsea e não desce na Liberty Island, mas posso reavaliar minha preferência diante da insistência das crianças.

Times Square

Também não dá para ir a NY e não ir à Time Square, pelo menos na primeira, segunda… vez. É a imagem de NY que as crianças têm, lembra de “Os Selvagens”?

Em seu entorno estão os teatros onde provavelmente assistirão o Rei Leão, Cinderela, Wicked, Spider Man ou o mais novo musical da época.

Time Square, provavelmente mais do que uma visita

Time Square, provavelmente mais do que uma visita

Também não faltam restaurantes por ali, para todos os bolsos e gostos, a maior parte deles cheios ao final das peças.

Tem a loja da Toys R Us, com sua roda-gigante e uma infinidade de brinquedos. Que também não pode deixar de ser visitada com as crianças.

Tem a Disney Store, plena de brinquedos, fantasias e gente!

E tem ainda a loja dos chocolates M&M. Além de muitos restaurantes, inclusive aqueles de redes que nunca dão errado, mais dicas sobre restaurantes aqui.

Acredite, vocês vão passar pela Time Square muito mais do que só uma vez.

Nova York – as crianças vão curtir o Rockfeller e seu entorno

Padrão

Na  5a Av e Rockfeller Center também tem coisas que interessam as crianças, além de muiiitas lojas 😉

Rockfeller Center e Top of the Rock

Tem que subir, ver a cidade lá de cima e tirar muitas fotos! Planeje este passeio para um dia de céu aberto. No final da tarde dá para ver a cidade se acendendo, é muito lindo.

Mas organize-se para chegar uma hora antes do entardecer no térreo porque leva um tempo entre compra de ingressos, vistoria de mochilas, fila dos elevadores.

No inverno considere também patinação no gelo, cuja pista fica na “praça” central do Rockfeller Center. Mas keep in mind que quanto mais tarde mais cheia fica a pista.

NY Rockfeller

Se tiver que escolher entre o Rockfeller e o Empire States… prefiro o primeiro, sem dúvidas. Gosto mais da vista do Central Park a partir do Top of the Rock, também prefiro a forma como está organizada a venda dos tickets, acessos aos elevadores e subida do Top of the Rock. Apenas minha preferência, isso não significa que o Empire States seja ruim, também é muito bonito.

Empire States visto do Rockfeller

Empire States visto do Top of the Rock

De qualquer forma, um ou outro só vale a pena se o dia estiver claro, para poder ver o horizonte.

Radio City Music Hall

Próximo ao Rockfeller Center, Radio City tem vasta programação de shows e especialmente alguns shows tradicionais na época do Natal.

É um belo passeio, especialmente no Natal, mas fica a dica: talvez seja mais prudente já comprar os ingressos daqui, assim fica garantido a entrada no dia e na hora da sua escolha.

5a Av , FAO Schwartz e Apple

Compras são intrínsecas a viagens a NY e parte delas acontecem na 5a Av. e seu entorno. Impossível não passar por aí e achar alguma coisinha para comprar 🙂

Se sua turma já é Apple maníaca não há como escapar da loja da Apple 5a Av., na esquina com o Central Park. Para quem gosta, é fantástica e fervilhante.

Na mesma calçada tem a FAO Schwartz, a loja de brinquedos que tem o lendário teclado gigante. As crianças fazem pose, tiram fotos e provavelmente enchem as malas com mais uns brinquedos. Ah, e por falar em malas, melhor leva-las vazias, tá?

Grand Central Station –

Se passar perto da Grand Central Station entre para ver, além de linda é velha conhecida. Curiosa a sensação de conhecer o lugar sem nunca ter pisado ali. Você provavelmente já assistiu 347 cenas de filmes rodadas ali.

Grand Central Statiom

Nova York – as crianças vão curtir andar de bicicleta

Padrão

Andar de bicicleta é sempre muito divertido para todos e Ny tem muiiitas opções para uma voltinha de bike, mesmo que os seus pequenos sejam ainda muito pequenos.

Chelsea Pier 84

No Chelsea Pier 84 tem uma loja do Bike and Roll* onde é possível alugar bicicletas para dois adultos, para um adulto e uma criança, cadeirinhas para os pequenos, traillers para os pequenos e quadriciclos.

bike attachment bike trailler

Esta loja-quiosque fica às margens do Rio Hudson, em cujo calçadão é possível pedalar até o Battery Park ou em direção ao norte da ilha até onde aguentarem.

Além de divertido é um belo percurso cheio de belas vistas e belas fotos.

Além do aluguel de bicicletas dos piers de Chelsea saem também passeios de barcos que fazem tours em torno da ilha de Manhatan, inclusive alguns deles passam aos pés da Estátua da Liberdade – para aquela foto famosa.

E já que você está em Chelsea, o bairro do momento (2012), lá estão o mercado de Chelsea e a High Line – uma área de caminhada resultado de projeto de recuperação urbana de uma área sobre os trilhos de trens que já não circulam mais.

Use elevadores a partir da calçada e suba para caminhar no High Line pela área revitalizada e com vista para o rio Hudson.

High LIne

De volta à rua entre no Chelsea Market, que tem opções de comidas boas e baratas, na região da Hudson St com a 13W, perto do rio Hudson. Mais sobre comer em Chelsea aqui.

Central Park

Também nas calçadas do Central Park, na altura da 59th/Central Park St tem opção de aluguel de bicicletas. Tenho a impressão que são “representantes” de lojas de aluguel de bicicletas do entorno que levam algumas para as calçadas do Central Park.

Nunca percebi o aluguel de traillers ou cadeirinhas para crianças menores, mas… você está na América e imagino que seja só mencionar o desejo que em 20min. será atendido. Aposta minha 🙂

* a menção a esta loja não é uma patrocinada, é apenas uma indicação de algo que usei e me agradou a possibilidade de alugar estes complementos mais incomuns e perfeitos para as crianças;

Nova York – as crianças vão curtir os museus

Padrão

Sim, Nova York tem um monte de museus muiiito legais e as crianças vão amar! Difícil escolher, mas acho estes dois ou três ou quatro aqui imperdíveis.

Metropolitan

Adoro o Metropolitan, acho que é perfeito se a proposta for contar a história do homem. Ele está organizado de forma cronológica e, apesar de grande, é fácil de se orientar e acompanhar a seqüência histórica.

Acho o Egito imperdível com suas múmias, tumbas, jóias, utensílios. Adoramos múmias!!! 😀

A caminho do Egito está a África seguida pela evolução da escrita e dos utensílios domésticos, que mostram como o homem vivia quando começou a se agrupar em vilas, a domesticar animais, a cultivar alimentos, a registrar sua história. Uma bela “entrada” para o Egito.

Acho o Egito instigante

Visto a África e o Egito, no meio de uma das salas dos tempos do império Austro-húngaro tem uma reprodução de uma mesa de sobremesas com doces “esculpidos” em açúcar que é um desbunde. Faz as mesas de casamento de hoje parecerem brincadeira de crianças. Fica a meio caminho entre o Egito e o café.

Metropolitan 1

Mas keep in mind: não é fácil ver todo o Metropolitan de uma única vez, com as crianças ou sem elas. Então planeje-se com antecedência, pegue o mapa na entrada, escolha as coisas que  interessam, anote no mapa e cumpra o planejado. O que sobrar fica para a próxima viagem! Oba!!! 🙂

Armaduras medievais

Museu de História Natural

Acho que com as crianças o Museu de História Natural é um dos passeios essenciais em NY: os dinossauros!

Nunca fui até lá, este é meu programa especial guardado para fazer com as crianças pela primeira vez. Qualquer dia destes a gente chega lá. 😉

Guggenheim ou MOMA-

E já que falamos de museu, se as crianças já são apreciadoras deles o Guggenheim  é uma bela sugestão. Um museu bem menor do que o Metropolitan, uma manhã é suficiente para visitá-lo, mas com obras muito especiais do final do século XIX e início do sec. XX.

Lá estão obras de Pissarro, Renoir, Cézanne, Van Gogh, Matisse, Picasso, Mondrian, Kandinski, organizadas de forma que é possível perceber a evolução e transição dos traços e características dos movimentos artísticos deste período histórico.

Não fosse pouco, o prédio é um ícone da arquitetura moderna, assinado por Frank Lloyd Wright. Um desbunde.

E ainda tem o MOMA com sua vasta e variada coleção que permite uma maravilhosa panorâmica sobre a vida moderna, inclusive com objetos de design. Fecha o circuito museus com chave de ouro.

Só tenho dúvidas de que as crianças agüentem ver todos estes museus em poucos dias de viagem, talvez numa viagem mais longa – do tipo quinze dias, ou distribuídos em duas viagens. Oba!!!

Nova York – ainda sobre museus, as dicas da Telma

Padrão

A Telma, além de uma amiga querida é uma “pessoa viajadíssima” e com enorme experiência em faze-lo com as crianças. Não fosse pouco, ela tem feito comentários e sugestões tão preciosas ao Crianças também viajam que o mínimo que posso fazer é organizar suas contribuições na forma de posts. Aqui, as palavras da Telma sobre museus em NY.

LOVE

“Depois de ler nos seus posts sobre museus, lembrei da escultura Love, do Robert Indiana (de nascimento Clark!) Gosto muito da ideia!

Acho que é um programa adorável, num dia quente, tomando sorvete, na 6th Avenida e 55th Street! Love pode ser um bom programa com as crianças!

A obra LOVE do artista plástico Robert Indiana foi originalmente criada para um cartão de natal do Museu de Arte Moderna de Nova York (Museum of Modern Art – MoMA) em 1964 e exibida como escultura pela primeira vez em 1970 na cidade de Nova York. Hoje em dia, essa primeira escultura da série LOVE criada por Indiana se encontra no Museu de Arte de Indianópolis (Indianópolis Museum of Art). Desde a primeira exibição como escultura, LOVE foi recriada inúmeras vezes ganhando diferentes cores e formas que estão expostas pelo mundo todo além de algumas versões traduzidas.

Confeccionada na época em que os Estados Unidos estavam consumidos pela Guerra do Vietnã, a escultura LOVE se tornou um símbolo de paz entre os americanos. A versão de Nova York foi terminada em 1970 e instalada em 1971.

Medindo 3.65 metros de altura, a obra está exposta na 6a Avenida (6th Avenue) propondo amor em vermelho entre os enormes arranha-céus da cinzenta, mas delirante Nova York. Estatísticas indicam que a versão nova iorquina de LOVE é o segundo ponto turístico mais fotografado na cidade, perdendo apenas para a estátua da liberdade. 

Telma

Guggenheim

“Respondendo sua dúvida sobre a quantidade de museus, apenas passaria no Guggenheim, e entraria no lobby, sem pagar o ingresso, para a turminha ver a estrutura, as rampas.”

Perfeita a ideia, pode ser a caminho ou na volta do Metropolitan – já que ficam próximos. O prédio por si só é impactante e a solução perfeita se as crianças ainda não estão na fase de apreciar movimentos artísticos.

Museu de História Natural

“Acho que o Museu de História Natural, com o planetário do lado, é top 10.”

MOMA

“O MOMA, depois da reforma, ficou melhor ainda, mas acho que é um programa para jovens com mais idade. Talvez o Dito até curta, a Iaiá também, mas ultimamente acho difícil visitar o MOMA; hordas de turistas, se fotografando na frente de quadros!!!!…. tough job! Por outro lado tem um esquema de ateliê para crianças. Bem NY, é um centro cultural a céu aberto, né?”

Não tinha mencionado, mas de fato as filas e a multidão dentro do MOMA – e de alguns outros importantes museus around world, são impressionantes!

Na última vez que estivemos em NY Papis se recusou a entrar na fila, que saia da porta do MOMA na 53, virava na 6a e chegava quase na esquina da 54 em frente ao Hilton… Da calçada o que víamos lá dentro parecia o setor “pista” de um show… 😦

Mas se você ou as crianças curtem, não desista! Já que está na chuva… embora se molhar!

Nova York – se tiver mais do que 07 dias

Padrão


NY é cheia de atrações. Aquelas básicas já foram sugeridas aqui, e acho difícil vir embora sem ter passado por quase todas elas.

Agora, se você tem a disponibilidade de ficar uns dias a mais, ainda tem muiiita coisa interessante para ver. Vamos lá?

1) Brooklin Bridge e/ou Manhattan Bridge

25_09_2013_16_53_19

Brooklin Bridge

Visite uma ou as duas pontes na manhã de sábado ou domingo. Se tiver que escolher uma opte pela Brooklin Bridge. É uma gostosa caminhada e garante uma bela vista do Distrito Financeiro, a ponta sul de Manhattan. Se quiser atravessá-la por completo descobrirá do lado de lá uma outra NY.

DSC01178

A dica da Telma: ” Do outro lado, o Brooklin, além de seus antigos parques e Zoo, está bombando em termos da vanguarda artística, comida alternativa e revitalização urbana. A área entre as pontes se chama Dumbo. Se esse passeio de galerias não é para criança, e a caminhada já foi muito longa, uma alternativa divertidíssima é andar pelos decks que margeiam o East River. Diversão garantida! A volta pode ser de metrô, que é antigão, mas há tempo deixou de ser perigoso. Zé e eu, nesta última vez, fomos pela Brooklin Bridge e voltamos pela de Manhattan Bridge, para comer em Chinatown.”

IMG_00871

Manhattan Bridge

Se achou o circuito da Telma longo para as crianças, é possível dar meia volta na Brooklin Bridge e a sua esquerda verá um Pier reformado onde tem uma praça de alimentação que resolverá a fome da turminha, na altura da Fulton St. Ou neste entorno também tem alguns restaurantes e sorveterias.

2) Queensboro Bridge e Roosevelt Island

É a ilha que fica no East River, na altura da 59th St. A ilha é residencial e tem parques, calçadões e playground, além de uma vista linda de Manhattan e do prédio da ONU assinado por Niemeyer.

DSC01184

Na Roosevelt Island, a ONU ao fundo

Outra dica da Telma: “Um passeio que gosto muito em NY é pegar o bondinho para Roosevelt Island (só o translado já vai ser uma curtição), ver o skyline de Manhattan, e agora tem a novidade do Parque, recém inaugurado (apesar do desenho ter mais de 40 anos), projeto do L. Kahn. Queensboro Bridge, também conhecida como 59th Street Bridge, é uma ponte com dois andares para o tráfego e que liga a ilha de Manhattan ao subúrbio do Queens atravessando o East River, mas tendo seus pilares centrais na pequena Roosevelt Island. A ponte é de 1909, é de estrutura metálica e o projeto foi dos arquitetos Gustav Lindenthal e Henry F. Hornbostel. Ela tem 1135 metros de comprimento. Esse bondinho serviu de tema no filme do Homem-Aranha 1 (Spiderman) quando o herói luta com o Duende Verde. O passeio do bondinho é muito interessante, pois proporciona aos passageiros uma outra vista de Manhattan, além de poder conhecer a Roosevelt Island e passear pelas suas calçadas admirando a paisagem.”

O acesso ao bondinho em Manhattan é feito entre East 59th e East 60th, atrás da Bloomingdale’s.

 
 
Principalmente os meninos e os Papis vão amar. O museu fica num porta aviões, onde são enfileirados os aviões de guerra, da Força Aérea Americana, Ônibus Espacias, o Concorde, submarinos da época da Guerra Fria. Para quem gosta do tema, inesquecível.
O Intrepid fica no Hudson River, na altura de Hell’s Kitchen, no Pier 86, W46thSt//12Av
 
25_09_2013_16_48_23
 
É um prédio anexo ao Museu de História Natural que atrai crianças e adultos. No Space Theater tem um espetáculo sobre a Galáxia que dizem ser memorável, faz-nos acreditar que estamos de fato viajando pelo espaço! Ainda não conheço, está na minha lista de coisas para fazer com as crianças.
Se o programa interessa sua turminha, compre juntos os ingressos para o Museu de História Natural, Hayden Planetarium e show do Space Theater.
 
5) Marco Zero
Para os maiores, que já sabem sobre as Torres Gemeas, uma visita ao local ainda que de passagem , pode ser interessante do ponto de vista de aprendizado histórico. É possível incluir o destino numa pedalada saindo da região de Chelsea. Pessoalmente acho um local triste, mas provavelmente passarei por lá com as crianças.

Nova York – para comer com as crianças

Padrão

É  muito fácil comer em NY, imagino eu que até para uma criança asiática. Tem todo tipo de comida que você é capaz, ou não, de imaginar.

Mas antes de fazer seu pedido dê uma olhada no tamanho dos pratos nas mesas vizinhas. Não é incomum que porções “individuais” sejam servidas na travessa do peru do Dia de Ação de Graças 😮 , especialmente em restaurantes de redes. Aí, se as menininhas da casa comem “só um pouquinho”…, melhor dividir os pratos, ok?

Brincadeira...

Aqui minhas sugestões de lugares com comida fácil para os brasileirinhos:

Começando com hambúrgueres!

1) Shake Shack – é uma rede com várias unidades em NY, e around EUA, que serve apetitosos hambúrgueres, hot dogs, batatas fritas e sorvetes. Tem uma lanchonete atrás do Museu de História Natural, fica como opção para a “refeição” depois da visita ao museu. Alguns dizem que está entre os melhores hambúrgueres de NY.

2) New York Burger Co – Já foi eleito o melhor de NY. Tem sanduíches enoooormes, menininhas delicadas não vão conseguir comer sozinhas. Tem uma loja na Park Av. 303 – entre as ruas 23rd e 24th e duas lojas em Chelsea: East 678, 6th e West 470 na 23rd. Ficam próximas ao Eataly e ao Chelsea Park – descritos abaixo, aí é duro a disputa, né? Minha preferência é pelo Eataly e o Chelsea Market, mas se a preferência da galera for burger…

3) Joint Burger – esta é uma dica da Telma. Tem dois endereços, um no Hotel Meridien na 119 W da 56th st. e outro na 33 W da 8th st. Pelo que vi em minhas pesquisas pela internet parece uma lanchonete bastante freqüentada com  um cardápio clássico de hambúrgueres, muito bem avaliada no Trip Advisor.

4) Burger&Barreloutra dica da Telma, fica na 25 Hudson st. perto da WestBroadway. Parece um ambiente mais refinado, com outros pratos caprichados além de hambúrgueres, ela mencionou que lá também tem vinhos e espumantes muito bons, segundo a Telma é o melhor burger de NY. Fica a dica, mas desconfio que o ambiente requer que as crianças sejam mais… “comportadas”.

Comida italiana, chinesa e japonesa 

5) China Town e Little Italy

Ficam lado a lado, em quarteirões diferentes. Pode ser um passeio divertido, uma passada entre um programa e outro, cheio de opções de restaurantes que apetecem as crianças – comida italiana, chinesa e um pouquinho de japonesa.

O detalhe é que só incluiria China Town e Little Italy no roteiro com os pequenos se for entre um passeio e outro e com o objetivo de comer. Embora seja interessante e saboroso, NY tem tantas atrações que não acho que vale a pena perder uma manhã só neste destino.

China town e Little Italy lado a lado

China town e Little Italy lado a lado

Mas mude de ideia se você tiver a sorte de estar em NY no dia do Ano Novo Chinês – cheque entre o final de janeiro ou começo de fevereiro. Aí sim é uma passeio muiiiito legal que começa cedo, tipo 10:00h com o desfile do dragão e bandas. Imperdível e inesquecível. Não se esqueça de verificar dias e horários, ok?

Ano Novo Chinês em China Town

Ano Novo Chinês em China Town

6) Eataly and Italy

Fica no número 200 da 5a Av. na esquina da rua 23 e em frente à Madison Square. É uma reunião de restaurantes, café, sorveteria, pizzaria e prateleiras com oferta de comidas e coisas para casa. Tudo ali foi meticulosamente selecionado e trazido da Itália.

Em seus diversos restaurantes – todos que experimentei eram saborosíssimos, têm opções de massas, carnes, peixes, sobremesas… E as porções têm tamanhos mais compatíveis com as nossas. Aí também é possível comprar especiais “quitutes” italianos: mel, chocolates, doces, cafés. Para quem gosta, imperdível. Bato ponto aí 😉

Ocupa todo o prédio desta esquina, as portas de entrada parecem pequenas, mas é ali mesmo. Na Birreria, que fica na cobertura, tem a melhor bisteca que já comi. De sobremesa, panna cota com frutas vermelhas, porque nos EUA é duro fazer regime, né?

Este também é um programa de passagem para as crianças. Uma deliciosa refeição entre um programa e outro.

Eataly

Comidas diversas

7) Meatpacking District e Chelsea Market –

Chelsea é o bairro do momento (2012), aí se destacam o Meatpacking e a High Line.

Próximo ao acesso à High Line está o Chelsea Market, que é uma espécie de mercado gourmet onde também tem cafés, lanchonete e restaurante. Tem sanduíches, pães, sopas, doces ou frutos do mar. E se apetece a galera, lagosta. Fica na 9a Av, entre a 15th e 16th St, aos pés de um dos elevadores da High Line e muito próximo do Hudson River Park.

Chelsea

8) Times Square – 

Há muitos restaurantes por lá, dentre aqueles de redes que nunca dão errado:

a) Red Lobster – tem peixes e frutos do mar servido na travessa do peru do dia de Ação de Graças, os pratos são ótimos, tem cardápio para as crianças e o pãozinho da entrada é uma delícia;

b) Bubba Gump – tem carnes, frango e peixes também servidos na travessa do dia de Ação de Graças. Sempre mais vazio que o Red Lobster também tem cardápio para crianças;

c) Planet Hollywood e Hard Rock, há anos não como nestas redes, mas aposto que as crianças vão curtir seus sanduíches;

d) Sbarro – uma rede de comida italiana barata, um lugar simples, um serviço rápido e com a comida com o gosto de casa. Perfeita para os mais enjoados com comida ou para os mais econômicos.

9) Dean and Deluca – É uma grife famosa, que eu considero boa, mas desproporcional à fama – talvez não tenha feito a melhor escolha. Mas o que interessa aqui é que fica aos pés do Rockfeller, tem sanduíches, biscoitos e opções variadas. Então é uma boa opção para um lanche ou jantar mais leve antes ou depois da visita ao Top of the Rock e da patinação. Só preste atenção ao horário, costuma fechar cedo, entre 18 e 19 horas. Fica no Rockfeller Plaza, entre a 5th e a 6th.

10) Lalo’s Café outra dica da Telma, que considera seu cheese cake o melhor da cidade, mesmo antes da comédia romântica, “You got a mail”. Fica no 201 W 83rd St, também muito bem avaliado no Trip Advisor, depois de uma olhada no site não tenho dúvidas de que o visitarei na próxima ida a NY. Uma enorme variedade de bolos, doces… e ainda tem brunch todos os dias! Acho que uma única visita não vai ser suficiente!

Nova York – compras com as crianças

Padrão

Compras são intrínsecas à Nova York. Believe me  até a mais contida das criaturas é capaz de se animar em NY! 🙂

Tem lojas em todos os cantos vendendo coisas com as quais você sonha desde pequenininha e outras que você nem é capaz de imaginar. Sendo assim, keep in mind  você vai fazer muiiiitas compras com as crianças e provavelmente elas também!

Onde: De maneira geral as lojas estão todas lá, na  5a  Av. e arredores: da Bulgari à Gap, da Macy’s à Bergdorf Goodman, e a Tifany’s. No Soho tem muitas lojas legais, mais descoladas e menos “grandes redes”. Mas as grandes redes também estão lá.

O que não dá para perder “com as crianças”:

– se é fã da Apple… o cubo da 5 Av. e a efervescência desta loja.

– já que está ali, a FAO Schawrtz está na mesma calçada com seu teclado icônico.

– a Toys’Ur Us na Time Square e sua roda gigante.

– a Disney Store, também na Time Square.

– a loja da M&M na Time Square.

– a loja da Victoria Secret’s na esquina da 34 com a 6a, próxima à Macy’s, se as meninas já começaram a gostar de cremes.

E será que as crianças vão curtir as compras?

Bem, depende da idade e das características de cada uma delas.

Mas não tenho dúvidas que elas vão sim querer ver, e comprar, pelo menos nestas lojas acima. E acredite, só estas lojas acima já são suficientes para encher uma mala! 😉

Mas e as minhas (suas) compras?

Bem… Melhor pesquisar na internet antes de viajar, definir sua lista de compras e lojas que interessam e, chegando nelas, ser objetiva na medida do possível.

Papis vai ter que distrair a galera enquanto você escolhe umas coisinhas.

Mas não se desespere, no final você vai descobrir que as malas ficaram lotadas! Impossível não comprar em NY.

Aliás, tem dicas sobre malas aqui.

12_06_2013_22_19_27

Nova York – compras em outlets – Woodbury Premium

Padrão

Woodbury Premium

Onde: fica a cerca de uma hora de viagem de Nova York, em Central Valley.

Como chegar e voltar: Tem duas linhas de ônibus que saem da rodoviária – Port Authority, são a Gray Line e Short Line.

É muito fácil chegar ao Port Authority, que fica a passos da Times Square.

Na entrada da rodoviária tem um posto de informações onde alguém indica a plataforma das linhas, normalmente subimos um lance de escadas rolantes. Lá em cima à esquerda tem um guiche para a venda dos bilhetes, vendidos ida e volta, e o embarque é aí mesmo. Ah também é possível comprar os bilhetes pela internet. A passagem custa U$42 ida e volta, em 2013.

Para voltar a NY é só pegar o ônibus no mesmo ponto em que desceu.

Só preste atenção aos horários de volta, os últimos ônibus têm horários mais espaçados, por exemplo: 18:45h, 20:10h e 21:20h (o último ônibus). As lojas fecham em torno das 19:00h, assim como a praça de alimentação.

Programe-se, acorde cedo e cuide do horário da volta.

Dica de transporte: cheque os horários de saída dos ônibus até o final do dia e se organize para estar no ponto pelo menos 10 ou 15 min antes. Costuma ter fila para voltar.

Lojas: tem muitas lojas boas, algumas caras outras mais baratas: Gucci, Burberry, Chanel, Max Mara, Armani, Sansonite, Swarovski, GAP, Tommy, Polo, Benetton, Columbia, Carter’s…

Dica de lojas: é bom imprimir o mapa do outlet e anotar as lojas que te interessam, economiza caminhadas desnecessárias 😉

Comer: tem uma praça de alimentação com lanchonetes de rede para refeições rápidas.

A céu aberto: é um típico outlet americano. As lojas ficam espalhadas em uma enorme área e é preciso caminhar ao ar livre para alcança-las. Sabendo disso avalie: dias chuvosos não são os mais apropriados para as compras aí.

Sacolas ou malas: se vai com o intuito de comprar é melhor levar uma mala vazia com você, assim é possível ir acomodando as compras e o transporte fica mais confortável. Carregar as sacolas das lojas não é a melhor das opções. As sacolas vão ficando pesadas, as alças são desconfortáveis e machucam as mãos… Mas se seus planos incluem comprar uma mala nova lá tem loja da Sansonite 🙂 , ou outras mais baratas, mas não deixe de ler sobre dimensão de malas aqui e aqui.

Vale a pena?

Acho que outlets em NY só valem a pena se você vai comprar bastante coisa.

Se for só para dar uma olhada, para ver se acha algo que interessa… tenho dúvidas de que valha mesmo a pena.

Por que? Porque consome um dia de viagem. E na própria NY tem tanta coisa que interessa!!!

Também não tenha a ilusão de que encontrará num outlet “aquele” casaco lindo que a Kate Middleton usou no aniversário da rainha. É possível sim encontrar coisas boas e com algum desconto, mas peças deste tipo é muiiito improvável. Se busca este tipo de consumo é melhor procurar em NY.

Também é preciso levar em consideração a estação do ano nos EUA. Durante o verão não é fácil encontrar moletons, no inverno não encontramos vestidinhos. Avalie sua lista de demandas antes de se deslocar por uma hora até um outlet.

Dá para ir com as crianças?

Sim! Tem até um playground, além de lanchonetes e banheiros bem confortáveis.

Vez ou outra tem até apresentações de música!

Dica para ir com as crianças:

1) já que a viagem dura cerca de uma hora, não se esqueça de alimenta-las e garantir a água. Ah, as lojas da praça de alimentação podem fechar antes das lojas fecharem, entre 18:00 e 19:00h. Melhor garantir um lanchinho para as crianças antes disso.

2) fazer compras com as crianças é possível. Mas fica mais fácil quando a lista de necessidades e o mapa do outlet estão nas mãos, né? Tem mais dicas aqui.

Cupons: os bilhetes do ônibus garantem algum descontos em determinadas lojas. No centro de visitantes também tem cupons que dão descontos. E também é possível imprimir pelo site os cupons de descontos. Os cupons funcionam mesmo, use-os.

Woodbury ou Jersey Gardens?

Prefiro o primeiro. Gosto de caminhar a céu aberto e prefiro as lojas do primeiro. Não ganho nada com essa preferência, tá?

Nova York – compras em outlets – Jersey Gardens

Padrão

Jersey Gardens –

Onde: fica cerca de uma hora de viagem de Nova York, em New Jersey.

Como chegar e voltar: Assim como o Woodbury tem duas linhas de ônibus que saem da rodoviária – Port Authority, são a NJ Transit e Coach USA

É muito fácil chegar ao Port Authority, que fica perto da Times Square.

Na entrada da rodoviária tem um posto de informações onde alguém indica a plataforma das linhas, normalmente subimos um lance de escadas rolantes.  À esquerda tem o guiche de venda dos bilhetes ida e volta, o embarque é ao lado. Também é possível comprar os bilhetes pela internet.

Para voltar a NY é só pegar o ônibus no mesmo ponto em que desceu. De novo, preste atenção aos horários de volta.

Dica de transporte: cheque os horários de saída dos ônibus até o final do dia e se organize para estar no ponto algum tempo antes do horário que você pretende. Costuma ter fila para voltar no final do dia e os horários dos ônibus são mais espaçados.

Lojas: também tem muitas lojas boas, Armani Exchange, GAP, Tommy, Kipling, Nike… mas não aquelas muiiito caras, Chanel, Gucci…

Dica de lojas: é bom imprimir o mapa do outlet e anotar as lojas que te interessam, economiza caminhadas desnecessárias 😉

Comer: tem opções de fast food e restaurantes de rede.

Shopping fechado: é shopping parecido com aqueles que temos no Brasil. É um prédio coberto, com dois andares, escadas rolantes. Sendo assim é uma boa opção se a previsão do tempo indicar chuva durante todo o dia.

Sacolas ou malas: se vai com o intuito de comprar é melhor levar uma mala vazia com você, assim é possível ir acomodando as compras.

Carregar nas sacolas das lojas não é a melhor das opções. As sacolas vão ficando pesadas, as alças são desconfortáveis e machucam as mãos… Mas se seus planos incluem comprar uma mala nova lá tem mais de uma opção 🙂

Vale a pena?

Assim como disse no post do Woodbury, acho que outlets em NY só valem a pena se você vai comprar bastante coisa.

Se for só para dar uma olhada, para ver se acha algo que interessa… tenho dúvidas de que valha mesmo a pena, pois acaba consumindo um dia de viagem.

Também não tenha a ilusão de que encontrará no Jersey Gardens “aquele” casaco lindo que a Kate Middleton usou no aniversário da rainha, este não é possível encontrar nem no Woodbury. O Jersey Gardens não é um shopping de marcas de luxo, embora tenha lojas boas (e mais acessíveis).

Dá para ir com as crianças?

Sim! Tem tem cinema, áreas com brinquedos além de lanchonetes e banheiros confortáveis. E se a previsão for de chuva é sempre uma boa opção.

Dica para ir com as crianças:

1) já que também fica cerca de uma hora de NY, não se esqueça de alimenta-las e garantir a água. As lojas da praça de alimentação podem fechar antes das lojas fecharem.

2) fazer compras com as crianças é possível. Mas fica mais fácil quando a lista de necessidades e o mapa do outlet estão nas mãos, né?

Cupons: os bilhetes do ônibus garantem algum descontos em determinadas lojas. No centro de visitantes também tem cupons que dão descontos. Também é possível imprimi-los através do site.

Woodbury ou Jersey Gardens?

Como já disse no post do Woodbury, prefiro o primeiro.

Mas não acho o Jersey Gardens ruim e às vezes vou nele porque fica ao lado do Ikea, que é uma loja que eu amo! Então, vou primeiro ao Ikea e no tempo que sobra vejo o que preciso no Jersey Gardens. Se não é este o seu caso… então escolha o Woodbury.

Não ganho nada com minhas preferências, tá?

Nova York – babymoon e compras

Padrão

Ah, o nenê também vai só que na barriga!? Tudo bem, será muito bem vindo também.

Se a intenção é fazer o enxoval, alguns endereços interessantes:

Baby’s R Us – 24-30 Union Square East – é uma loja gigante com tudo o que você precisa, e não precisa, toalhas, bodies, roupas, mamadeiras, carrinhos, bebê conforto, conchas para seio, brinquedinhos…

Buy Buy Baby – 270, 7th Av. – outra loja gigante com tudo o que você precisa, e não precisa :-), assim como a anterior. Tem um jeito mais popular, mas tem Carter’s e carrinhos da Chicco, Peg Perego e brinquedos que também tem na Baby’s R Us. Não fica muito longe da primeira, uns 15 min. de caminhada, então é possível olhar as duas lojas no mesmo dia.

Planet Kids – 247, East 86th St. Mais ou menos o mesmo que as duas anteriores, a vantagem das duas anteriores é que por serem próximas permitem que tudo se resolva num único dia. O que acho um pouco melhor aqui é a oferta de carrinhos, melhores e mais caros, e algumas roupas melhores também.

Grifes: se a meta é comprar grifes, na Bloomingdales e Saks é possível encontrar Ralph Lauren, Marc Jacobs, Catimini, Bulgari ou Burberry para pequenos. Na primeira estão as grifes “mais simples” desta faixa e na segunda as mais “luxuosas”, se é que é possível dizer uma coisa destas!

Dica preciosa

Pesquise e compre antes: Cerca de quinze dias antes da viagem entre nos sites das lojas, e também na Amazon, e pesquise. Se conseguir ser prática, feche a compra de itens sobre os quais não tem dúvidas e peça para entregar no hotel. Roupas e coisas que é preciso ver e tocar ficam para o momento das compras ao vivo, mas cadeirinhas, carrinhos, brinquedos podem ser via site. Assim economiza tempo e muitas vezes os impostos também! E considere comprar pelo site itens grandes, como carrinho, ele será entregue no hotel e você não terá que arrastá-lo por NY, certo? 😉